Tratar de crianças requer um cuidado e atenção muito especial. Condições como hipospadias , estenose de JUP, infecções urinárias de repetição e refluxo vesicoureteral, criptorquidia (testículo oculto) , dentre outras patologias urológicas pediátricas, podem prejudicar sobremaneira o desenvolvimento adequado de uma criança. A Uroclinica da Bahia se orgulha de carregar dentro do seu grupo, uma equipe pioneira nesta área, sendo inclusive a equipe responsável por realizar o primeiro transplante renal pediátrico no estado da Bahia, no ano de 2009.

Hipospádia

A hipospádia é uma malformação genética nos meninos que se caracteriza pela abertura anormal da uretra em um local por baixo do pênis ao invés de na ponta. A uretra é o canal por onde sai a urina, e por isso essa doença provoca a saída de urina pelo local errado.

Esse problema tem cura e o seu tratamento deve ser feito nos 2 primeiros anos de vida da criança, através de cirurgia para corrigir o local de abertura da uretra.

Entre 75% e 87% dos casos são da forma distal ou tipo coronal, ou seja meato urinário mais próximo da extremidade do pênis (como nas imagens). Esta forma possui o procedimento de intervenção cirúrgico menos complexo e possui maior possibilidade de êxito na primeira intervenção.

Além disso, a hipospádia está dividida em 4 tipos principais, classificados de acordo com a localização da abertura da uretra, que incluem:

hipospadia-urina-que-sai-por-baixo-do-penis-do-bebe-3-640-427

  • Distal: a abertura da uretra está localizada em algum lugar perto da cabeça do pênis;
  • Peniana: a abertura da uretra está localizado ao longo do corpo do pênis;
  • Proximal: a abertura da uretra está localizada na região próxima do escroto;
  • Perineal: é o tipo mais raro, sendo a abertura da uretra localizada próxima do ânus, fazendo com que o pênis se encontre menos desenvolvido que o normal.